PDF Imprimir E-mail

Alessandro Augusto Silveira de Paula

Atuando em Prestação e Gestão de serviços arquivísticos, digitalização e migrações de documentos em vários suportes, desde 2012 realizando gestão, preservação e migração de documentos em diversos formatos, como Arquivista formado pela UFMG. Atuando nas instituições: CEMIE- Centro de Memória do Esporte; Hospital Sara, COREM-Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais, Grupo Folclórico Aruanda; JL Assessória Contábil; Grupo Galpão de Teatro; Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte; Organização Eficaz.

Camila Cristina da Silva

Possui bacharelado e licenciatura em História pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2010) e bacharelado em Arquivologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2014). Durante o curso de História, realizou estudos sobre a relação História e Cinema, utilizando filmes como fonte documental e sobre sociedades políticas no Período Regencial. Atua na área da organização e preservação de acervos arquivísticos, realizando pesquisas relacionadas especificamente a arquivos médicos, audiovisuais e à criação de políticas públicas para o tratamento, preservação e disseminação desses acervos.

Carlos Alberto Ávila Araújo

Professor associado da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (ECI/UFMG). Pós-doutor pela Universidade do Porto, doutor em Ciência da Informação, mestre em Comunicação Social e graduado em Jornalismo pela UFMG. Editor adjunto do periódico “Perspectivas em Ciência da Informação”.

Cíntia Aparecida Chagas Arreguy

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da UFMG. Mestre em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro (2002). Graduada em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (1997). É professora assistente da Escola de Ciência da Informação da UFMG. Tem experiência nas áreas de Arquivologia e História, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão de documentos, gestão de documentos eletrônicos, difusão de acervos históricos e história regional.

Isabel Cristina Felipe Beirigo

É mestre (2011) e graduada (2007) em História pela UFSJ, especialista (2012) em Mídias na Educação pela mesma instituição. Tem experiência no tratamento e pesquisa de acervos audiovisuais, além de trabalhos com microfilmagem e digitalização documental. Atualmente integra a coordenação do Processamento Técnico do Acervo Fílmico do Centro de Referência Audiovisual - CRAV, órgão da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte.


Marcela Furtado Rodrigues

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (Habilitação Jornalismo/2004 e Radialismo e TV/2005) e graduação em Cinema de Animação e Artes Digitais (2014) pela mesma universidade.  É especialista em Cinema pela PUC-Minas (2006) e mestre em Artes pela Universidade Federal de Minas Gerais (2008), na linha de pesquisa em Cinema. Trabalhou por um ano como estagiária de apuração e produção na diretoria de jornalismo da Rede Minas (2003/2004). Desde 2010 é técnica de nível superior em Arte-Educação no Centro de Referência Audiovisual – CRAV, órgão da Fundação Municipal de Cultura em Belo Horizonte, atuando no apoio às pesquisas ao acervo, visitas técnicas e orientadas, oficinas de preservação de acervos audiovisuais e sessões de vídeo comentado.


Marília de Abreu Martins de Paiva

Doutoranda em Ciência da Informação pela Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, onde cursou a graduação em Biblioteconomia (2004) e Mestrado em Ciência da Informação (2008). Atualmente é professora assistente da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, atuando no Departamento de Organização e Tratamento da Informação, ministrando disciplinas paras os cursos de graduação de Arquivologia e Biblioteconomia. Suas áreas de interesse são: políticas públicas de informação para arquivos e bibliotecas; comunicação científica.

Marta Eloísa Melgaço Neves

Professora da Escola de Ciência da Informação, graduada em História pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG; especialista em Arquivos Públicos pelo Arquivo Nacional; mestre em Ciência da Informação pela Escola de Ciência da Informação com a dissertação em Busca da organicidade: um estudo do fundo Secretaria de Governo da Capitania de Minas Gerais - século XVIII-XIX.

Renato Pinto Venâncio

Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica - RJ (1982), mestrado pela Universidade de São Paulo (1988), doutorado pela Universidade de Paris IV - Sorbonne (1993) e pós-doutorado pela Universidade de São Paulo (2005). É professor na Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG, assim como Pesquisador do CNPq. Entre 2004-2008 foi Consultor Científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). Entre 2005 e 2008 dirigiu o Arquivo Público Mineiro, também atuando como Editor da Revista do Arquivo Público Mineiro. Entre 2007-2008 foi Consultor Científico da UNESCO, no Comitê Nacional Memória do Mundo. Entre 2006-2008 foi membro da Seção Brasileira da Comissão Luso-Brasileira para Salvaguarda e Divulgação do Patrimônio Documental - COLUSO -Conarq/Arquivo Nacional. Foi, ainda, responsável pela coordenação da implantação do Sistema Integrado de Acesso do Arquivo Público Mineiro (SIA-APM) http://www.siaapm.cultura.mg.gov.br/. Atualmente desenvolve pesquisa a respeito da legislação arquivística, financiada pelo CNPq-Bolsa Produtividade, e coordena a Diretoria de Arquivos Institucionais da UFMG.

Vanderlei Batista dos Santos

Arquivista, mestre e doutor em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília. Componente da Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos do Conselho Nacional de Arquivos e Analista em Documentação e Informação Legislativa da Câmara dos Deputados, atuando junto à Coordenação de Arquivos - COARQ. Autor dos livros Gestão de documentos eletrônicos: uma visão arquivística, Gestión de Documentos Electrónicos: una visión archivística e Gerenciamento eletrônico de documentos arquivísticos, organizador e um dos autores do livro Arquivística: temas contemporâneos e de vários artigos técnicos arquivísticos, docente em cursos de pós-graduação em Ciência da Informação e consultor em projetos de gestão de informação. Experiência profissional com ênfase em Arquivística, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão de informação e documentos (produção, uso, trâmite, avaliação e descarte), documentos digitais e eletrônicos, segurança da informação (planos de prevenção de desastre e de contingências) e marketing em arquivos.

Welder Antônio Silva

Doutorando em Ciência da Informação (UFMG); mestre em Ciência da Informação (UFF/IBICT); especialista em Gestão da Informação e Inteligência Competitiva (UNESA) e Bacharel em Arquivologia (UNIRIO). É Analista Legislativo - Arquivista - da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG).

Wendell Lopes de Assis

Formado em Arquivologia pela Universidade de Brasília - UNB e cursando a especialização no nível de mestrado na Escola de Ciência da Informação da Universidade de Minas Gerais UFMG. Foi técnico Administrativo da Polícia Federal, no arquivo da Coordenação-Geral de Controle de Segurança Privada, em 2004; Analista em Administração Pública, especialidade em Arquivologia,